CADE - Esclarecimentos ABOTEC

NOTA DE ESCLARECIMENTO
DECISÃO DO CADE
ABOTEC

São Paulo, 11 de março de 2015.

Muito tem se especulado a respeito de recente decisão do Comitê
de Análise e Desenvolvimento Econômico – CADE. Inclusive, na tentativa de
manchar a imagem irretorquível de nossa Associação que, como é de
conhecimento de todos, há anos tem se dedicado a defesa intransigente dos
interesses de seus associados, ou seja, de você ortesista/protesista. Algumas
pessoas desinformadas - ou mal intencionadas - se permitem fazer infelizes
colocações sobre assunto que desconhecem.
Pois bem, meus Caríssimos Associados, é hora de esclarecer o
que de fato aconteceu – e vem acontecendo - e com isso por termo às
especulações de pessoas maliciosas que tem o único intuito de macular a
imagem da nossa Associação.
Pedimos a todos que leiam atentamente todo teor desse
importante esclarecimento.
Por volta de 1993/1994, a pedido do Poder Público do Estado
de São Paulo e de outros órgãos, que necessitavam de um instrumento para
estabelecer o preço dos produtos em suas licitações e também com vistas a
ensinar nossos associados ortesista/protesista a calcular o custo das órteses e
próteses sob medida, a ABOTEC ofereceu um curso nesse sentido. Curso que
foi desenvolvido em parceria com o SEBREA e ministrado em São Paulo.
Como material de apoio ao curso foi fornecida uma planilha em
que ensinava os ortesistas/protesistas a efetuar o cálculo desses custos
mínimos.
Em 1994 depois dessa capacitação, houve quatro licitações
(pregões presenciais e convites) realizadas por Gerências do INSS no Estado de
São Paulo em que algumas ortopedias, principalmente de São Paulo
participaram e ofereceram seus lances/preços muitos semelhantes e até
mesmo iguais utilizando-se como parâmetro essa planilha de custo.
Em razão da similaridade/igualdade dos lances, as gerências
executivas do INSS acabaram cancelando as licitações, após a gerência
executiva de Bauru ou de São João da Boa Vista, suspeitar de que teria havido
uma combinação de preços entre as ortopedias, para que o resultado das
licitações terminasse em sorteio.
Além do cancelamento de todas essas licitações, o gerente do
INSS denunciou as ortopedias ao Ministério Público Federal e ao CADE.
O procurador que recebeu a denúncia no CADE, entendeu que
havia suspeita de combinação de preços e, por consequência, tentativa de
formação de cartel entre as ortopedias e, em virtude da ABOTEC haver
elaborado a tabela de preço mínimo, de maneira absolutamente equivocada,
entendeu que nossa Associação teria contribuído para a formação desse cartel.
Esse o ponto crucial que precisa ser esclarecido.
A ABOTEC foi incluída entre os denunciados, única e
exclusivamente, por haver elaborado essa planilha de custos.
Não tem e nem nunca teve qualquer participação nas licitações
que deram origem à denúncia ou envolvimento com as licitações em questão!
Nem mesmo o INSS fez qualquer acusação contra a ABOTEC.

Ou seja, nossa Associação por ter atendido uma solicitação do
Poder Público que não tinha base para fixação dos preços em seus editais; por
ter oferecido um curso de capacitação com o fornecimento da planilha de
custos de órtese e prótese, foi e está sendo acusada de contribuir, com um
cartel que s.m.j, nunca existiu.
O próprio Poder Público tem uma tabela de preços mínimos que é
a conhecida Tabela do SUS. A própria OAB tem uma tabela que obriga os
advogados a cobrar preços mínimos pelos serviços prestados, inclusive sob
pena de infração ética. Categorias como jornalistas, médicos, engenheiros e
contadores também tem tabelas de preços mínimos.
E a ABOTEC, que sequer elaborou uma tabela de preços
mínimos, mas sim disponibilizou dentro de um curso uma planilha de custos
para cálculo de órteses e próteses, foi e está sendo injustamente acusada de
contribuir para a formação de cartel.

E, única e exclusivamente, por esse fato, a ABOTEC continua
respondendo no CADE junto com as outras ortopedias denunciadas. As
ortopedias por uma suposta combinação de preço que sequer existiu e a
ABOTEC por ter facilitado essa suposta combinação com a elaboração planilha
de custos.
O que se vê, na verdade, é a total incongruência entre o
entendimento do CADE e a participação da ABOTEC na situação. Porém, é a
ABOTEC que aparece na mídia e nas notícias como se fosse responsável por
um ilícito que não cometeu. Como se estivesse envolvida em algum tipo de
procedimento ilegal.
Pior! Pessoas mal informadas e inescrupulosos tem se servido de
meias verdades, na tentativa de denegrir a reputação e imagem ilibada de
nossa Associação. Reputação conquistada por todos nós
Ortesistas/Protesistas com muito esforço e suor, dessa diretoria e de todas
que a antecederam, ao longo dos mais de 25 anos de existência.
E isso em hipótese alguma permitiremos que aconteça!
Como se verifica, - e, tudo que está sendo informado pode ser
constatado por meio de consulta no processo junto ao CADE – a ABOTEC
nunca se envolveu em qualquer tipo de ilegalidade.
Há mais.
O processo no CADE, que na realidade se trata de um
procedimento administrativo, ainda não terminou e, atualmente, encontra-se
em fase de recurso, sendo certo que a ABOTEC entrou com seu recurso,
denominado, embargos de declaração.
Assim apesar da decisão provisória do CADE que condenou a
ABOTEC no pagamento de multa exorbitante e também impôs sanções
também às ortopedias denunciadas, não foi finalizado e a decisão ainda não
tem eficácia. Desta forma, nem a ABOTEC, nem as ortopedias que foram
denunciadas, na atual fase processual, podem sofrer qualquer tipo de
penalização, impedimento ou discriminação.
Mesmo porque o procedimento do CADE é administrativo, e
caso se encerre com decisão desfavorável à nossa ABOTEC, estamos prontos
para buscar na JUSTIÇA a revisão dessa injusta decisão até as últimas
instâncias.
Essa é a realidade dos fatos que lhes precisava ser esclarecida.

Por fim, aproveitamos para lhes informar que nosso
departamento jurídico, por meio do e-mail juridico@abotec.org.br ou celular
(11) 98838 4558, está à inteira disposição de todos os associados para prestar
qualquer esclarecimento complementar sobre esse caso.
Certos do entendimento de todos, deixamos registrado nosso
agradecimento pelo costumeiro apoio.

Atenciosamente.


Diretoria da ABOTEC